COMUNICADO EVENTO CONJUNTO DE 11/11/2015

Prezados colegas,

Face a vários óbices não removidos em relação ao evento, sob condição, programado para o dia 11 de novembro próximo, na Câmara dos Deputados em prol da pauta, votação e aprovação da nossa PEC555/2006, acho por bem adiá-lo para o início da próxima Sessão Legislativa, em março de 2016, após o carnaval.

Entretanto, para quem já programou atividades em Brasília e deseja mantê-las, inclusive com visitas aos senhores Líderes Partidários, aos Parlamentares de seus respectivos Estados, já preparando o caminho para início de 2016, nada contra senão elogios.

Em relação à prestação de contas das contribuições efetuadas, estou aguardando o levantamento e identificação dos vários contribuintes para o competente recibo. E como foi gasto e ainda o saldo, se houver.

O instituto MOSAP continuará com o trabalho normalmente, em que pese as dificuldades políticas no Congresso e oposição do Governo.

Nós e ninguém desistirá da luta diária pela aprovação desta e outras matérias de interesse de todos!

Não falta vontade política de nossa parte já estivemos muito perto de pautar a PEC555. Não será agora que vamos desistir

Continuemos unidos!

 

Grande abraço,

 

Edison Guilherme Haubert

Presidente

PEC 139/15 que acaba com abono-permanência já tramita no Congresso Nacional

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 139/2015, que acaba com o abono-permanência dos servidores públicos, está no Congresso Nacional desde 23 de setembro. A PEC, que faz parte do pacote de arrocho do governo federal para cortar investimentos sociais e conseguir gerar superávit primário, agora será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Continue a leitura

Conselho Fiscal e Entidades filiadas aprovam por unanimidade contas do Instituto Mosap e fazem planejamento para 2016

O Instituto Mosap (Movimento dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas) promoveu assembleia geral ordinária nesta terça-feira (27/10), na sua sede em Brasília.  No encontro, foram apresentados e aprovados o relatório de atividades do instituto, a prestação de contas do período 2014/2015 e o orçamento para 2016. Na ocasião, Luiz Fernando, membro do Conselho Fiscal do Instituto, apresentou balancetes e planilhas, as contas foram aprovadas por unanimidade por todos os representantes das entidades presentes.

Continue a leitura

MOSAP participa do XXIII Congresso Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos na cidade de Maceió-AL

O Instituto Mosap, representado pelo presidente Edison Guilherme Haubert, participa, entre os dias 08/10 à 11/10,  do XXIII Congresso Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos, de iniciativa da COBAP (Confederação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos Brasileiros). O Congresso que conta com todas as entidades filiadas à COBAP, bateu recorde de inscrições. A pauta abrange a reeleição da atual diretoria, políticas mais eficazes na entidade e a confirmação das parcerias realizadas com o Mosap e demais entidades do serviço público, estas que compõem o UNA-SE ( MOVIMENTO UNIFICADO DOS IDOSOS, APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO SERVIÇO PÚBLICO E DO INSS). Em breve mais notícias no facebook do mosap, www.facebook.com/intitutomosap. Fique por dentro!

Continue a leitura

MOSAP reúne entidades e marca grande ato para 11 de Novembro

Aconteceu na sede do Instituto, na terça-feira dia (29), uma reunião deliberativa para tratar as metas e atos em prol da PEC 555/06. Participaram na ocasião a ANFIP (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), ANAMATRA (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho), AJUFE (Associação dos Juízes federais do Brasil), APUB Bahia (Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia), UNAFISCO NACIONAL, ANPT (Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho), SINAIT (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho), Associação do Ministério Público do Rio Grande do Sul, AFIPEA (Associação dos Funcionários do IPEA), SINDIRECEITA, APAFISP (Associação Paulista dos Auditores Fiscais da Receita Federal), SINDILEGIS (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União), AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), CONAMP (Associação Nacional dos Membros do Ministério Público), APCF (Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais), FEBRAFITE (Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais), FONACATE (Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado), MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios), SINDIFISCO NACIONAL e a ilustre presença do ex Deputado e autor da PEC 555, o senhor Carlos Mota.

Continue a leitura

MOSAP apresenta trabalho realizado no Congresso Nacional em reunião ordinária

A Diretoria do Instituto MOSAP realizou na manhã da terça-deira, dia (30), na sede do Sindilegis, em Brasília, reunião ordinária para apresentar às entidades filiadas o abaixo assinado entregue ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), na oportunidade foram discutidas medidas à serem tomadas para intensificar a luta pela inclusão da PEC 555/06 na pauta de votação, a matéria que acaba gradativamente com a cobrança da contribuição previdenciária de servidores aposentados e de pensionistas de todo o país.

Continue a leitura

Instituto MOSAP participa de Encontro no SINDIRECEITA

Na manhã da terça-feria, dia (29), foi realizado na sede do Sindireceita, em Brasília, encontro com o Deputado Federal Roney Nemer (PMDB/DF) e o líder do PMDB na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o Deputado Distrital Wellington Luiz (PMDB/DF). O encontro contou com dirigentes de vários Estados, o auditório permaneceu lotado durante todo o evento.

Continue a leitura

MOSAP participa de caminhada e vigília no Congresso Nacional

Depois de aprovada pelo Congresso Nacional, a MP 664/14,  que muda a regra na pensão por morte, o Mosap, diversas entidades de aposentados e centrais sindicais, fizeram uma histórica mobilização na tarde da terça-feira , dia(16). A mobilização que começou com marcha saindo da catedral de Brasília e com fim na praça dos três poderes, seguido de vigília, contou com aposentados do serviço público e do regime geral da previdência (INSS), além de trabalhadores filiados as centrais sindicais.

Continue a leitura